7 alimentos que ajudam na depressão e te deixam mais feliz

28 de abril de 2017 01:570 comentários
7 alimentos que ajudam na depressão e te deixam mais feliz

A alimentação tem muito poder sobre o corpo e também sobre o estado de espírito. Um estado mais grave do que a tristeza é a depressão, uma doença psicológica que apresenta sintomas como tristeza profunda, crises de choro muitas vezes sem nenhuma razão aparente, perda de interesse por atividades que antes davam prazer, cansaço excessivo, ansiedade e irritabilidade, pessimismo, dificuldade de concentração, alterações de peso e desejo excessivo por alimentos processados e não saudáveis, queda da libido, dores de cabeça e no corpo e, em casos muito graves, pensamentos suicidadas, revela o médico Juliano Pimentel, autor do livro “Viva Melhor Sem Glúten”.

O especialista revela que existe tratamento para a depressão e que quem está sofrendo do problema deve procurar ajuda especializada o mais rápido possível. Aliado ao tratamento especializado, a alimentação pode ser uma grande aliada no combate à depressão. Juliano ressalta que alguns carboidratos e alimentos ricos em açúcar podem levar o corpo à diminuir o humor. Ele listou uma série de alimentos saudáveis que trazem mais felicidade.

Confira :

1. Abacate, pois ajuda a balancear os hormônios, fazendo o cérebro produzir os químicos que proporcionam bem-estar.

2. Óleo de coco é capaz de dar mais energia e aumentar a resistência, pois os triglicerídeos presentes no óleo se transformam em cetonas, que atuam como uma fonte de energia alternativa para o cérebro. Além disso, o aroma de coco é extremamente calmante e capaz de desestressar.

3. Uvas são cheias de antioxidantes, capazes de afetar positivamente o humor.

4. Cogumelos Shitake possuem vitamina B6, que ajuda a melhorar o humor e a sensação de bem-estar por atuar na produção de serotonina (o hormônio da felicidade).

5. Nozes possuem proteínas vegetais de alta qualidade, fibras, minerais e as necessárias serotoninas, além de terem antioxidantes e gorduras saudáveis. O selênio, presente na castanha-do-Pará, ajuda a melhorar o humor.

6. Salmão possui o dobro da dose recomendada de vitamina B12, que atua no combate à depressão. Os ácidos graxos presentes no peixe também atuam na sensação de bem-estar.

7. Morangos, pois são ricos em vitaminas A e C, manganês e nutrientes, ajudando a turbinar a sensação de bem-estar.

 

 

Nota de falecimento – João Batista Martins, popular Pelé

28 de março de 2017 15:360 comentários
Nota de falecimento – João Batista Martins, popular Pelé

Comunicamos o falecimento do senhor João Batista Martins, popular Pelé, também conhecido como João do Fórum.

Seu corpo está sendo velado na sede da Igreja Assembleia de Deus Peniel, na Avenida Paraná, próximo ao Mercado Tupi, no Bairro Santa Felicidade.
O sepultamento será nesta quarta-feira (dia 29), às 9 horas, no cemitério local.
Desde já a família enlutada agradece a presença de parentes e amigos.

Estudo sobre comportamento sexual indica quantas vezes é ”normal” fazer sexo

5 de março de 2017 15:580 comentários
Estudo sobre comportamento sexual indica quantas vezes é ”normal” fazer sexo

Pesquisa realizada revela que homens fazem mais sexo do que mulheres, mas a frequência média é surpreendente; confira

Estudo sobre comportamento sexual indica quantas vezes é ''normal'' fazer sexo

Qual quantidade de sexo é considerada “normal”? E quem pratica mais, homens ou mulheres? Um estudo britânico realizado com mais de 2 mil homens e mulheres tem essas respostas e mostra detalhes do comportamento sexual no país.

A pesquisa foi conduzida pelo site “VoucherCodesPro.com.uk” e revela, entre outros detalhes da vida sexual dos britânicos, a quantidade de vezes que eles transam por mês.

Homens ou mulheres, quem faz mais sexo?

Afinal, qual dos gêneros é mais ativo na cama? A diferença na média não é tão surpreendente quanto o esperado. Homens, em geral, fazem mais sexo do que as mulheres; enquanto a média para eles é de duas transas por mês, elas costumam ir para baixo dos lençóis apenas uma vez durante o mesmo intervalo de tempo.

Os dados contrariam pesquisas anteriores, nas quais as pessoas responderam que tinham costume de ter relações de uma a duas vezes por semana.

Mais pesquisas

O assunto sexo atrai atenção e já foi bastante estudado. Outras pesquisas recentes apontaram curiosiades e tiraram outras dúvidas sobre as relações sexuais.

Duração da relação

Uma pesquisa realizada com terapeutas sexuais americanos e canadenses, por exemplo, levantou dados sobre o que os profissionais achavam adequado quanto a duração das relações sexuais (desde a penetração até a ejaculação).

Em média, os especialistas concordaram que uma transa que dura de um a dois minutos é “muito curta”, de três a sete minutos é “adequada”, de sete a 13 minutos é “desejável” e de 10 a 30 minutos é “muito longa”.

De acordo com os pesquisadores, homens e mulheres definem esse tipo de parâmetro se baseando nas opiniões mais “comuns” da sociedade. “Infelizmente, a cultura popular atual reforçou estereótipos sobre a atividade sexual. Muitos homens e mulheres parecem acreditar no modelo fantasioso de pênis enormes e noites inteiras de sexo”, afirma o estudo.

Gordinhos duram mais no sexo

Segundo um estudo feito pela Universidade de Erciyes, na Turquia, a obesidade pode beneficiar a vida sexual do homem. O levantamento aponta que o tempo das relações sexuais de homens com excesso de gordura na região abdominal e IMC (Índice de Massa Corporal) alto é até um minuto e meio mais longo, e que eles são mais vigorosos na cama.

Fonte : IG

Cacoal – Forte chuva alaga várias ruas e prejudica o trânsito

2 de março de 2017 21:420 comentários
Cacoal – Forte chuva alaga várias ruas e prejudica o trânsito

Vias do centro e de bairros periféricos foram tomadas pela água.
Segundo o Corpo de Bombeiros não houve feridos.

(Foto: Reprodução/Whatsapp)
Diversos pontos do perímetro urbano de Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, foram alagados após uma forte chuva que caiu na tarde desta quinta-feira (2). Várias vias do centro da cidade e de bairros periféricos foram tomadas pela água. Casas e estabelecimentos comerciais também foram atingidos. Segundo o Corpo de Bombeiros, não houve feridos.

Após pouco mais de uma hora de chuva, diversos pontos do trânsito da cidade foram prejudicados, dificultando a passagem de pessoas e veículos. Diversas vias da região central, como a marginal da BR-364, as avenidas Cuiabá e Belo Horizonte também tiveram pontos submersos. As alagações foram registradas também em vários bairros periféricos.

Um posto de combustíveis localizado no cruzamento da Avenida Belo Horizonte com a Avenida Castelo Branco também foi invadido pela água. Várias imagens dos pontos alagados foram postadas nas redes sociais.

Rogério Aderbal Do G1 Cacoal e Zona da Mata

Porto Velho tem o pior índice de abastecimento de água e tratamento de esgoto entre as capitais do Brasil, segundo estudo

23 de fevereiro de 2017 20:570 comentários
Porto Velho tem o pior índice de abastecimento de água e tratamento de esgoto entre as capitais do Brasil, segundo estudo

Porto Velho tem o pior índice de abastecimento de água e tratamento de esgoto entre as capitais do Brasil, segundo estudo

Com 48 anos de atuação, a Companhia de Água e Esgotos de Rondônia CAERD está longe de resolver a questão do abastecimento de água e da falta de saneamento básico na capital e no Estado .

Cena comum em Porto Velho, cidade com zero por cento de esgoto tratado entre as 27 capitais do Brasil

O novo Ranking do Saneamento básico das 100 maiores cidades brasileiras, produzido pelo Instituto Trata Brasil em 2017, com dados de 2015, mostra que Porto Velho tem o pior índice de abastecimento de água (apenas 33, 96% da população atendida) e tratamento de esgoto (0% – zero esgoto tratado) entre 27 capitais do Brasil.

A capital de Rondônia é a segunda pior capital em perdas na distribuição de água, alcançando o índice de 67% de perda da água que produz, à frente apenas de Macapá AP (69%),  e também é a segunda pior em relação à perdas no faturamento total, com 67 % de perda, ficando à frente somente de Manaus, que perde 73% do que arrecada.

Ainda segundo o estudo do Trata Brasil, considerando as capitais, Porto Velho está entre as últimas (cinco) cidades com relação à média de investimentos no saneamento nos últimos cinco anos, com R$ 24,26 milhões investidos, ficando à frente apenas de Rio Branco – AC (R$ 17,55 milhões),  Teresina – PI (R$ 15,33 milhões), Maceió – AL (R$ 16,90 milhões)  e Macapá (R$ 10,87 milhões).

Com 48 anos de atuação, a Companhia de Água e Esgotos de Rondônia CAERD está longe de resolver a questão do abastecimento de água e da falta de saneamento básico na capital e no Estado e aguarda o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Governo Federal para iniciar o estudo do modelo de privatização da empresa, com recursos financeiros do BNDES.

Definida a modelagem, o BNDES deve continuar apoiando o processo, desde a prospecção de investidores até a realização do leilão de concessão à iniciativa privada.

A defasagem de atendimento no setor de saneamento básico em Rondônia exige investimentos vultosos para que as metas sejam alcançadas.

O estudo, deve definir também a situação dos funcionários da empresa e como o processo de transição será realizado.

Ronaldo Santoro (jornalista) com informações do Instituto Trata Brasil e BNDES/Foto: Trata Brasil

Mulher queria sexo oral menstruada; marido pediu divórcio

21 de fevereiro de 2017 16:200 comentários
Mulher queria sexo oral menstruada; marido pediu divórcio

Idongesit Etuk, de 38 anos, acredita que a mulher, Blessing, de 40 anos, deve estar participando de algum culto secreto por ter essa preferência sexual excêntrica e, por isso, quer o divórcio .

Mulher queria sexo oral menstruada; marido pediu divórcio

Parece que as preferências sexuais são um fator determinante para manter um casamento. Isso é o que indica um caso curioso que aconteceu em Agege, na Nigéria. Um homem pediu divórcio da mulher porque ela queira receber sexo oral no período em que estava menstruada. O caso foi tão sério que parou na Justiça.

Idongesit Etuk, de 38 anos, acredita que a mulher, Blessing, de 40 anos, deve estar participando de algum culto secreto por ter essa preferência sexual excêntrica e, por isso, quer o divórcio .

Situação constrangedora

O ocorrido chegou à Justiça local e, segundo o jornal britânico “Metro”, Idongesit relatou o seguinte no tribunal: “Minha esposa é demoníaca. Por vários anos, ela insiste que temos que fazer sexo quando ela está tendo fluxo mensal ”.

O homem confessou que no início da relação não via problemas com isso, pois tinha prometido amar a esposa em qualquer circunstância. Porém, as coisas foram saindo do controle e toda vez que ela pedia para ter relações no período menstrual, ele precisava inventar uma desculpa.

“Inicialmente, eu não levei a sério, mas ela começou a me ameaçar, falava que se eu não fizesse o que ela estava pedindo, iria se divorciar de mim e levar nossos dois filhos junto com ela”, conta Idongesit.

Pedido de separação

A união do casal durou doze anos, mas agora o marido diz que não pode mais manter esse relacionamento. O homem falou ao juiz que está cansado dessa união, pois além da exigência do sexo oral naqueles dias, Blessing é abusiva, arrogante e não tem respeito pela família.

No entanto, a mulher não quer aceitar a separação e pediu ao juiz para que negasse o pedido do marido. Ela afirma que ainda ama Idongesit e não suportaria viver sem ele, e também não quer que os filhos cresçam sem um pai.

Blessing nega que faça tais exigências ao marido. Disse em depoimento que só perguntou uma vez se ele faria o sexo oral nessas condições e, como ele discordou, não o incomodou mais.

No final do julgamento, o divórcio foi concedido. Idongesit terá livre acesso aos filhos do casal e ajudará financeiramente.

 

Pular para a barra de ferramentas